Vivencie experiências únicas comprometidas com a comunidade bijagó e a sua envolvente

Arquipélago das Ilhas Bijagós. Reserva da biosfera e Parque Nacional

O nosso hotel está localizado na ilha Orango Grande que, juntamente com as ilhas de Meneque, Orangozinho, Canogo e Imbone conformam o Parque Nacional de Orango que, por sua vez, se encontra na Reserva da Biosfera Bolama Bijagós.

O que se pode ver no Parque Nacional de Orango

Aprenderá sobre cultura ancestral e animista, imprescindível para a preservação desta diversidade biológica

Os Bijagós mantêm uma estreita relação com a fauna e a flora. Convivem e respeitam a natureza que os rodeia para a sua sobrevivência.

Aprenderá sobre cultura ancestral e animista, imprescindível para a preservação desta diversidade biológica

Muitas ilhas são sagradas e estão desabitadas

Vinte das oitenta e oito ilhas que compõem o arquipélago Bijagó são habitadas, como é o caso das ilhas de Orango, Bubaque, Uno ou Canhabaque. Para a etnia bijagó, o solo é sagrado e não pertence a ninguém, é de todos.

Muitas ilhas são sagradas e estão desabitadas

Poderá admirar a sua fauna e flora, que se adaptaram às condições salinas da costa

Encontrará hipopótamos que, normalmente, vivem em água doce, em terra firme, mas que aqui, nas ilhas, passam a maior parte da sua vida em água salgada, perto das praias ou nos braços dos rios. Existem também grandes herbívoros marinhos, como o manatim africano.

Poderá admirar a sua fauna e flora, que se adaptaram às condições salinas da costa

Poderá observar a desova da tartaruga verde

A comunidade de répteis aquáticos apresenta dois tipos de crocodilos e cinco tipos de tartarugas marinhas. O ilhéu sagrado de Poilão é o lugar mais importante da África Ocidental para a desova da tartaruga verde

Poderá observar a desova da tartaruga verde

Amará as suas aves tanto quanto nós

Esta região das Ilhas Bijagós é uma das mais ricas de África em termos de aves migratórias marinhas e aquáticas; cerca de 1 milhão de espécies passam aqui o inverno.

Esta região das Ilhas Bijagós é uma das mais ricas de África em termos de aves migratórias marinhas e aquáticas

Conhecerá matriarcados seculares

Os povoados bijagó, de tradição matriarcal, são construídos no interior das ilhas com casas de adobe e palha.
A vida das comunidades baseia-se na exploração diversificada dos recursos naturais, utilizando ainda o sistema de troca.

Conhecerá matriarcados seculares

Quer tirar esta foto?

Clique aqui

Quer tirar esta foto?

Clique aqui

Descubra o parque mais próximo com os nossos vídeos

Há muitas mais fotos no nosso Instagram.  Dê uma vista de olhos.

Que mais se pode ver na Guiné-Bissau?

Um paraíso ornitológico

Existem atualmente 470 espécies de aves no país: o maçarico-real, pelicanos ou a garça-imperial, entre muitas outras espécies únicas da Guiné-Bissau.

Chimpanzés

Visitar os chimpanzés no Parque Nacional das Lagoas de Cufada ou no Parque Nacional das Florestas de Cantanhez

Chimpanzés

Visitar os chimpanzés no Parque Nacional das Lagoas de Cufada ou no Parque Nacional das Florestas de Cantanhez

Dados interessantes

Território

A Guiné-Bissau é um país pequeno do tamanho da Suíça, mas com uma população 7 vezes menor.

Clima

Tropical com calor e humidade durante todo o ano. A sua temperatura média é de 26 graus centígrados sem flutuações significativas. Tem uma estação de chuva tropical que decorre de junho a outubro.

Idioma

Visto ter sido uma colónia portuguesa, o idioma oficial é o português, embora se falem muitas outras línguas, sendo o crioulo utilizado como língua franca.

Eletricidade

Utilizam o mesmo tipo de voltagem que na Europa: 220-240V

Moeda

A moeda da Guiné-Bissau é o Franco CFA. O país não dispõe de muitos serviços bancários pelo que é aconselhável trocar o dinheiro na capital. Pode-se utilizar cartões bancários na capital, Bissau, para levantar dinheiro; também se pode pagar com o cartão em alguns hotéis da capital, contudo é importante, por razões de segurança, dispor de dinheiro suficiente para a sua estadia no país.